Uma turbina eólica ou aerogerador
é movida pelo vento.

Desde a antiguidade que muitos povos aproveitam esta forma de energia para as mais diversas finalidades.

A conversão da energia do vento em energia eléctrica faz-se com ventos superiores a 3m/s (11 km/h) quando a turbina começa a girar e a força do vento se transforma em força mecânica que acciona o gerador eléctrico. Após tratamento, a energia produzida encontra-se pronta a ser utilizada (consumida) ou entregue à rede eléctrica (venda).
Numa aplicação residencial ou empresarial o fornecimento pode ter origem simultaneamente na turbina e na rede eléctrica Nacional.

Se o vento possuir uma velocidade inferior a 3m/s (11 km/h) não haverá produção de energia eléctrica pela turbina sendo por isso toda a electricidade consumida comprada à empresa eléctrica.

À medida que a velocidade do vento aumenta a produção de energia eléctrica sobe e a quantidade de electricidade comprada à rede eléctrica vai diminuindo na mesma proporção.
Quando a turbina produz mais do que as necessidades da casa o excedente é injectado na rede e vendido à empresa eléctrica.

Grid Connected
Funcionamento de um sistema micro-eólico
com ligação à rede eléctrica.

Imagem cedida gentilmente pelo U.S. Department of Energy.

Contacte-nos
Contacte-nos para encontrar a solução mais adequada para a sua casa ou empreendimento.

Conheça as várias soluções de aerogeradores para produção descentralizada de electricidade tanto para sistemas industriais (superiores a 500 kW) como pequenos (até 10 kW).

Grid Connected

Potencial Eólico

É do senso comum Portugal ser um país "ventoso" , contudo existem zonas onde a intensidade de vento é maior. é o caso das zonas próximas da costa e das zonas montanhosas, como se pode observar na ilustração.

Imagem à esquerda

O programa Atlas Eólico produzido pelo INETI permite estimar a velocidade média do vento introduzindo as coordenadas do local. Para mais informações de como adquirir consultar o site do INETI.

Devido ao facto de a população e as zonas urbanas se situa r no litoral entre Setúbal e Braga , também aí são maiores as necessidades energéticas do País. Este é um cenário particularmente favorável para soluções tecnológicas de aproveitamento da energia eólica.

Imagem à direita gentilmente cedida pelo U.S. Department of Energy

Devem ser seguidos alguns critérios na localização de uma micro-turbina eólica sob pena da produção ficar àquem do potencial.

Grid Connected